sábado, 31 de março de 2012

Qué hago Yo?




Foram muitos Adeus, alguns silenciosos, outros breves e uns gritados, escancarados... Mas hoje me despeço  de você como quem se despede de algo que não volta mais, definitivamente, já não tenho mais forças para lutar por esse amor.
Eu sempre amei só, e esse pouco que você me oferece não basta mais para mim, cansei... Parei de te esperar, assim com quem para de sonhar!
Talvez você se arrependa e venha para os meus braços, mas quando esse dia chegar, e se chegar, talvez eu não esteja mais te esperando!
Todas as noites antes de dormir eu ainda penso em você, mais por hábito do que por amor, infelizmente!


(( Rosi Rosa )) 

23/ Março/ 2012



Hoje ( 23/ Março/ 2012 ) faz exatos três meses que não nos vemos pessoalmente, às vezes tenho vontade de te ligar ou te gritar, dizendo: " Vem, que eu não aguento mais de saudades." Mas me contenho, me guardo e me resguardo, e aguardo você sentir a minha falta e me chamar...
E eu vou, coloco a vergonha no bolso, no rosto a carência de você e vou, pra matar a saudade, acumular lembranças e recordações em meu coração e me preparar para mais uma temporada sem você.
Um dia eu lhe disse que essas suas ausências prolongadas eram cruéis, e doses homeopáticas de você é doloroso demais! Mas você nunca me ouve...
Mergulho em uma tristeza sem fim a cada despedida, quero você agora, sempre e com urgência.
Quero me enjoar de você durante a noite, e ao amanhecer te amar como se fosse a primeira vez, sedenta por mais e mais.
Mas nesse monólogo de sentimentos eu vou amando sozinha, e te esperando sempre!

(( Rosi Rosa ))


sexta-feira, 30 de março de 2012

Família


Hoje despertei feliz para mais um dia de vida, um dia alegre ao lado das pessoas que me trazem felicidade  pelo simples fato de existirem: minha família!

(( Rosi Rosa ))


quinta-feira, 29 de março de 2012

Eu quero silêncio




Em busca de silêncio para os meus pensamentos que gritam seu nome, 
eu quero silêncio...
quero apagar as lembranças, me desmemoriar de você,
eu quero silêncio...
quero fazer com que o meu coração volte ao normal, sem você...
E esse tempo que não serve de curativo para esse coração lascado, quebrado...
eu quero silêncio...
mas tudo em mim grita por você!
Você está presente em meus sonhos e até em meus pesadelos,
eu quero silêncio...
quero poder te esquecer, mas não consigo!
As vezes eu não consigo dormir pensando em você, e
eu quero silêncio de você na minha vida...
Eu quero o adeus que tantas vezes foi dito mas que não passou de um mero aceno de mão, com você sempre indo e voltando para a minha vida!
E mais uma vez a despedida se faz presente em nossa história,
eu quero silêncio, definitivo... 
(( Rosi Rosa ))



segunda-feira, 26 de março de 2012

Don Fernando y Lety



Uma paixão antiga que voltou com tudo ao meu coração, a novela mexicana "A Feia mais bela"; tem me feito chorar e rir ao mesmo tempo! Um amor bonito que começa por interesse, medo... mas que se transforma no mais sublime amor, aquele em que se ama a essência, não a aparência, enfim, um amor que eu desejo pra mim! 


Don Fernando (Jaime Camil) consegue com maestria fazer comédia e drama , o sofrimento dele ao perder a Lety (Angélica Vale) dá vontade de colocá-lo no colo e niná-lo até a dor dele passar, ele é lindo sorrindo, mas chorando ele é espetacular, você chora junto com ele! Belíssimo ator, em todos os sentidos!

(( Rosi Rosa ))

sábado, 17 de março de 2012

Já?


Já sentiu saudade a ponto do seu peito doer e sua respiração falhar?
Já sentiu o gosto do beijo em seus lábios apesar da distância?
Já chorou encolhida em um canto pedindo apenas que o causador de suas lágrimas sentisse o mesmo que você?
Já escreveu verdadeiras declarações de amor e apenas arquivou em seu computador, sem nunca enviar?
Já desejou muito uma pessoa em sua cama em uma noite de solidão?
Já sentiu o cheiro da pessoa em cada ambiente de sua casa?
Já leu e releu antigas mensagens de celular, e se perguntou o porque de tudo ter acabado, se parecia tão real e verdadeiro?
Já chorou olhando uma foto?
Já acariciou uma foto e se perguntou o porque de não estar ao lado dessa pessoa?
Já desejou ser forte o suficiente para simplesmente esquecer?
Já desejou apenas a presença da pessoa ao seu lado segurando sua mão?
Já quis dividir um silêncio com apenas olhares?
Já quis sorrir mas a tristeza te impediu?
Já quis jogar tudo pro alto e fugir?
Já sentiu seu coração em pedaços e mesmo assim ele continuar batendo forte pelo miserável que o despedaçou?
Já secou uma lágrima teimosa e insistente?
Já sentiu sua voz falhar quando o que mais queria era gritar?
Já chorou ao ouvir uma música que contava a sua história?
Já quis sumir para ver se sentiam sua falta?
Já deu um beijo sabendo que seria o último?
Já desejou eternizar um momento especial?
Já recebeu um email que acabou com a sua esperança?
Já sentiu medo de perder alguém que nunca te pertenceu?
Já sorriu quando o que mais queria era abraçar suas próprias pernas e chorar todas as lágrimas que fossem humanamente possíveis?
Já quis colo e encontrou apenas seu travesseiro para desabafar e abraçar?
Já quis ser ouvida mas calou-se porque ninguém entenderia o seu sofrimento?
Já sofreu calada?
Já passou noites em claro imaginando o porquê ele te faz sofrer tanto?
Já desejou que ele sofresse igual ou pior que você?
Já escreveu poesias, versos, poemas, contos, tudo sobre alguém que não merecia sequer uma linha de sua inspiração?
Já chorou até adormecer?
Já caminhou pela praia a tarde pensando em alguém?
Já esteve em meio a uma multidão e queria apenas aquela pessoa ao seu lado?
Já foi ao cinema e chorou assistindo uma comédia, porque ele não estava com você?
Já passeou no Shopping sozinha praguejando por ele ser tão covarde a ponto de negar qualquer sentimento por você?
Já sentiu que ele te amava de um modo errado, meio egoísta?
Já ficou horas online só esperando ele entrar no msn e mais alguns minutos desejando em pensamentos que ele fosse o primeiro a puxar conversa com você?
Já quis ser indiferente quando ele entusiasmado disse que estava com saudades?
Já sentiu saudades e mentiu só para parecer que não pensava nele sempre?
Já recebeu um sms e quis responder no mesmo instante, mas deteve-se porque ele não merecia tal rapidez?
Já deu um breve adeus, mas seu coração tinha esperança de que ele lhe pediria para ficar?
Já quis se apaixonar por outra pessoa que não fosse ele?
Já se sentiu ridícula por pensar tanto em alguém?
Já fez planos para um encontro e se decepcionou porque o desgramado cancelou na última hora?
Já chorou calada a dor de um amor não correspondido?
Já se preparou, ainda que assustada, para mais uma despedida silenciosa de alguém que você queria pra sempre em sua vida?
Já prendeu a respiração quando o seu celular tocou, cruzando os dedos para que fosse ele?
Já sonhou andar de mãos dadas e sem rumo?
Já olhou dentro dos olhos dele e se perdeu de tal maneira que foi preciso ele te perguntar se estava tudo bem?
Já sentiu raiva de todos os lugares que te lembrava ele?
Já quis ser a primeira a lhe desejar feliz aniversário?
Já ouviu ele lhe dizer que sente a sua falta e não mover um dedo para te ver?
Já criou um romance só porque ele te disse que você era especial?
Já apagou todas as mensagens, os emails, as fotos dele e se arrependeu?
Já estava quase conseguindo esquecer quando ele resolveu voltar para a sua vida?
Já o chamou de amigo quando você queria chamar de amor?
Já provocou ciúmes e nada aconteceu, nem uma pequena cocegas no coração dele?
Já o viu com alguém e sentiu tanta dor que a vontade era sair correndo para bem longe?
Já sentiu um ciúme esmagando o seu coração e não poder fazer nada, apenas sorrir para enganar a sua dor?
Já pediu a Deus para esquecê-lo?
Já viveu dias de imensa felicidade e agora sente o gosto amargo das lembranças?
Já desejou alguém que ame suas imperfeições, mesmo sendo tão imperfeita e cheia de erros?
Já desejou que esse alguém fosse ele?
Já orou, chorou e pediu a Deus que fosse você e mais ninguém a mulher da vida dele?
Já ficou sem palavras só porque ele estava conversando com você?
Já sentiu medo dele se afastar de você?
Já negou seu sentimentos por ele, mas seus olhos te denunciavam a cada instante?
Já quis dizer 'te amo', mas acabou dizendo 'até breve' ?
Já se iludiu tanto com ele que não acredita mais no amor?
Já dormiu sussurrando um nome?
Já o xingou em pensamentos e quando o viu se desculpou e ele nada entendeu?
Já imaginou uma casinha, filhos, ele e  seus sobrenomes combinando?
Já imaginou ganhar um buquê de flores em um dia normal só porque ele queria lhe fazer uma surpresa?
Já quis abraçá-lo até fundir seus corpos em um?
Já ficou acordada até a madrugada imaginando como seriam acaso se casassem?
Já imaginou o vestido, as flores, a festa e ele elegantemente te esperando no púlpito?
Já ficou horas ao telefone falando com ele, rindo e sendo feliz das bobagens que ele dizia?
Já se sentiu pela metade porque ele viajou?
Já pediu em silêncio para ele lhe devolver seu coração?
Já ficou meses sem vê-lo e mesmo assim não esquecer dele um só segundo?
Já agradeceu o dia que o conheceu e por ele de um jeito errado e aos avessos fazer parte da sua vida?
Já lembrou de seus beijos, abraços, carinhos, amassos e sentiu cada partícula de seu corpo doer de saudades?
Já perdeu a respiração porque ele estava lindo de terno ou naquela camiseta básica que você o presenteou?
Já o viu sorrir como uma criança ao receber chocolates?
Já morreu um pouquinho a cada instante porque ele estava doente?
Já o perdoou tantas vezes que perdeu as contas?
Já esperou demais dele e se decepcionou porque ele não tem atitude, só palavras bonitas e medíocres?
Já emprestou o seu ombro para ele chorar, mas tudo o que queria era chorar junto com ele?
Já se mostrou forte, mesmo sua estrutura ruindo em meio a tanta fraqueza?
Já guardou suas dores e foi ajudá-lo?
Já precisou de braços para lhe acolherem e não encontrou nem uma mão estendida para você?
Já viu seu sofrimento moldado ao seu rosto ao se olhar no espelho?
Já se sentiu ignorada, desprezada por alguém que ama muitíssimo?
Já engoliu o choro em uma tarde e chorou tudo a noite inteira?
Já fugiu dele e tudo o que mais queria era fugir com ele?
Já viveu o dia e a noite mais felizes da sua vida?
Já contou segredos inconfessáveis para alguém que não merecia sua confiança?
Já se decepcionou com um amigo que pensava ser uma amizade verdadeira?
Já ofereceu o silêncio para alguém que você queria falar 'pelos cotovelos' ?
Já fez birra?
Já fez um dramalhão mexicano por algo simples?
Já leu um texto e se identificou com as palavras escritas?
Já chorou de emoção e felicidade?
Já quis ouvir dele um 'eu te amo' sincero e verdadeiro?
Já chorou no banho afim de que as lágrimas se misturassem com as águas que molhavam o seu corpo e tudo o que desejou era que a água quente acalmasse seu coração inquieto?
Já viu seu corpo arder em chamas por uma pessoa e ganhar apenas um beijo quase casto nos lábios?
Já? 
Eu já...
E isso será sempre uma obra inacabada, porque sempre terei novas histórias pra contar, novos sorrisos, novas lágrimas... sempre vou estar me reinventando e inventando novas ilusões e  novas maneiras de continuar amando e de continuar vivendo!


(( Rosi Rosa ))


Mulher não desiste, se cansa!



Mulher não desiste, se cansa!

_A gente tem essa coisa de ir até o fim, esgotar todas as possibilidades, pagar pra ver. A gente paga mesmo. Paga caro, com juros e até parcelado. Mas não tem preço sair de cabeça erguida, sem culpa, sem ‘E se’ !
A gente completa o percurso e às vezes fica até andando em círculos, mas quando a gente muda de caminho, meu amigo, é fim de jogo...

(( Desconheço a autoria ))

sexta-feira, 9 de março de 2012

Email



Sempre comparada com as flores e aquele
perfume desfilam pelos campos a sua
formosura, delicada, sensível e atraente.


Expressa-se sem medos, receios e embaraços,
pois foi lhe concebido mostrar que atrás
do belo existe competência e brilho.


Hoje através desta mensagem
quero homenagear você e falando da minha ostentação,
do enorme contentamento que me causa a sua presença,
do conforto da sua companhia, da calma que
me transmite com suas palavras, pois vejo em
você a mulher forte e que me faz feliz.


Espero realmente ser merecedor
e estar retribuindo no mínimo a altura,
pois jamais irei superá-la.


Vejo em seus olhos força e determinação
para suprir nós dois e isso somente alimenta meu amor
tornando-me cada vez mais dependente de você aqui bem pertinho de mim.


Parabéns mulher, você é única e insubstituível.


((Desconheço a autoria))


Email recebido por uma pessoa especial! Espero que não tenha mandado para toda a sua lista feminina de contatos.
Dizer que te amo será clichê demais, só espero que você saiba! Obrigada "Olhos". 

(( Rosi Rosa ))

Ao Amigo Distante


Saudades imensa de você, tão perto e tão longe!
Tão Amigo, tão Amor,
e às vezes, tão distante e tão estranho!
Uma distância doída, imposta por você, porque?
Trás meu coração de volta, 
trás o sorriso de volta aos meus lábios,
vem e seca essas lágrimas que se moldam ao meu rosto,
abraça o meu corpo e renova as suas digitais em mim!
Saudades... te amo muito, meu Amigo e meu Amor!



(( Rosi Rosa ))






Ao Amigo Distante
Cristina Mel
És amado amigo e eu oro por ti
Embora tão longe , contigo estou
Desde então , só as lembranças vem
Colocar-nos lado a lado
Teu rosto nas fotos
Momentos tão bons
Recordo

E ao te ver tão longe
Dói mais que muito
Um pedaço grande do coração tirou
E levou pra longe , responde
Tenta ligar para mim
Eu ainda te amo demais
Te amo

E em lugares que juntos
Estivemos a rir
Agora , sozinho não consigo sorrir
Tua fala sincera eu gravei
O teu jeito tão real
Ah ! eu confesso , amiga
Meu amor por ti é leal
E ao te ver tão longe
Dói mais que muito
Um pedaço grande do coração tirou
E levou pra longe , responde
Tenta ligar para mim
Eu ainda te amo demais
Te amo

E ao te ver tão longe
Dói mais que muito
Um pedaço grande do coração tirou
E levou pra longe , responde
Pergunte a Deus sobre mim
Vai saber que te amo demais
Te amo, amigo



quinta-feira, 8 de março de 2012

Mulheres Modernas





Ah, sejamos sinceras mulheres modernas: no fundo,
no fundo, a gente quer mesmo é alguém pra dormir
protegida no peito (…) É vontade de sentir aquela
coisinha misteriosa de “é ele!” (…) Quero beijo na boca
profundo, olhos nos olhos, eu te amo e muita sacanagem,
quero cineminha com encosto de ombro cheiroso, casar
de branco, ser carregada no colo, filhos, casinha no campo
com cerquinha branca, cachorro e caseiro bacana.
Quero ter de um lado um livrinho na cabeceira da cama
e do outro lado, o homem que amo.

- Tati Bernardi -

Feliz Dia Internacional da Mulher






Eu acho que ser mulher é a coisa mais bacana que existe. Nós somos complexas. Levemente malucas. Fofas. Temos obsessões por coisas que só nós entendemos. Morremos de frio quando a temperatura desce míseros graus. E viramos onça, quando preciso.Somos, na verdade, seres completamente hormonais e emocionais.Nós inventamos a doçura (sabia?). E gostamos de criar (e recriar) por natureza.






Fernanda Mello 

quarta-feira, 7 de março de 2012

Você não cansa de me magoar?



Eu te mandei embora um milhão de vezes e em cada uma delas você foi, mas também sempre voltou… Não sei o que dói mais, se é a partida ou a nova chegada. Você saí e quebra meu coração. Você volta quando ele já está quase consertado. Você não cansa de me magoar? De me machucar? Não podia simplesmente ficar? Ou simplesmente ir de vez e me deixar em paz?


 ( Desconheço a autoria )


Mas que essa pessoa deve nos conhecer, ah deve! Falou tão bem sobre nós, e sobre a sua mania de ir e vir da minha vida...

 (( Rosi Rosa ))

sábado, 3 de março de 2012

Um café e um amor… Quente por favor!


Um café e um amor… Quentes, por favor!
Sem excessos de doçura ou amargura.
Forte
  Doce…
Que ambos façam meu coração acelerar.
Que me mantenham vivo.
 
Um café e um amor… Quentes, por favor!
E que de nenhum deles eu sofra de vício,
Mas que de ambos,
Eu possa me dar ao luxo do hábito.
 
Um café e um amor… Quentes por favor!
Pra ter calma nos dias frios.
Pra dar colo
Quando as coisas estiverem por um fio.
 
E que eles nunca tenham gosto de ontem
Nem anseiem pelo amanhã
Que me façam feliz nesse agora,
Que me abracem pela manhã.
 
Amargos, suaves
Intensos, sutis
Saborosos!
E quentes.
 
Um café e um amor… Quente por favor!
 
Caio Fernando Abreu

sexta-feira, 2 de março de 2012

S A U D A D E S

Hoje uma só palavra me define:

S A U D A D E S, assim mesmo, pausadamente.
Sua imagem não sai da minha mente!

(( Rosi Rosa ))

quinta-feira, 1 de março de 2012

Sem romantismo


Sei que para você não existe a palavra "nós"
existe simplesmente "você E eu", assim 
mesmo, separados por uma vogal e sem nenhuma conotação romântica!

(( Rosi Rosa ))



Lá vai ela...



Lá vai ela...
como se nada tivesse acontecido, amargando solidão, disfarçando uma tristeza de anos.
Lá vai ela...
coração aos trancos, sempre pedindo desculpas por erros que não são seus.
Lá vai ela...
abaixando a cabeça e fingindo não ver, querendo ser forte, indo embora sem olhar para trás, sem dizer adeus.
Lá vai ela...
olhando os horizontes pela janela, sem nunca sair de casa!
Lá vai ela...
sem nunca sair do lugar.
Lá vai ela...
vendo a vida passar, menos seus sofrimentos!



(( Rosi Rosa ))


Taça Branca



Você é o melhor vinho servido em taça branca.E eu quero me embriagar de você!

(( Rosi Rosa ))

Eu quero você! Entendeu ou quer que eu desenhe?

Eu quero seu beijo
Eu quero o seu toque
Eu quero você...
Faz o favor de aparecer,
com o seu nariz perfeito, sua boca seca por um beijo, suas mãos descaradamente incontroláveis passeando pelo meu corpo.
Inventa um motivo, diz que esqueceu o seu desejo em mim, mas vem...
Invade o meu silêncio, minha intimidade, mas vem...
Eu quero você, quero bagunçar seus cabelos na ânsia de te amar um pouco mais,
quero beijos molhados em toda a extensão do meu corpo.
Quero ouvir sua voz gritando meu nome em êxtase, eu quero você!
Entendeu ou quer que eu desenhe?

(( Rosi Rosa ))




E isso dói...



Você me fez sentir o frescor de ser amada, erroneamente, meio distante, as vezes ausente!
Mas a cada vez que eu te via, sentia esse amor exalando de seus poros, lascivamente me amando, um desejo queimando sua pele e derretendo a minha. Algo incomum, mas deliciosamente tentador. 
Você, eu e nossos corpos bailando em sincronia, um amor aos avessos, vagarosamente estabeleço o meu lugar em sua vida e vejo que não é dentro do seu coração, sou apenas um corpo para os seus dias de solidão.
Você me inunda de prazer, eu lhe entrego meu coração e você apenas seu corpo, uma troca injusta, você não percebe?
Eu tenho tudo de você, eu tenho seus beijos, seus carinhos, ás vezes sua atenção, mas não tenho seu coração, nem tão pouco o seu respeito... 
E isso dói...
Não quero ser do tipo que cobra compromisso, mas eu quero comprometimento, garantias de que eu não vou ser apenas um corpo para matar seus desejos.
Seria legal que você se decidisse o que sente por mim, porque eu já cansei desses encontros adiados e desses sentimentos indecisos.




(( Rosi Rosa ))

Meu coração


Meu coração está confuso, parado, triste, desolado, solitário!
Um só nome em minha cabeça, durmo sussurrando esse nome só para poder encontrá-lo em meus sonhos, estou ficando louca!
Só não entendo o porque eu não consigo esquece-lo,
E sabe o que é pior?
Quando eu penso que estou esquecendo ele volta e ocupa todos os espaços que um dia eu jurei deixar vazios para sempre!!!!

(( Rosi Rosa ))


Ridículo

Meu amado pc e eu

Não há nada mais ridículo do que eu esperando você entrar no msn, 
esperar você falar comigo, por Deus, você não vê que me maltrata com esse silêncio? 

(( Rosi Rosa ))

Um relato antigo





Você se aproveitou de uma maneira boa, eu confesso, mas não da maneira como eu esperava e desejava!
Da próxima vez seja mais sincero comigo, OK?
Fale assim para mim: " Eu quero te ver pessoalmente porque eu quero ficar com você, te beijar, aproveitar cada minuto com você e depois te deixar dias sem notícias, só para você perceber que o que eu queria era só 'ficar'. Mas fui incrivelmente sedutor e usei: " Vamos nos ver pessoalmente para conversar e não ficar nada de mal entendido entre nós". Aí você tonta aceita e eu aproveito... Esse sou, mas acho que você já me conhece só quer se iludir pensando que sou diferente, mas não sou! Sou como qualquer outro cafajeste, só que mais arrumadinho! 




(( Rosi Rosa ))

Sabe o que eu queria?



Sabe o que eu queria?
Que você me surpreendesse com um telefonema, um e-mail, uma mensagem, qualquer coisa, me dizendo que quer me encontrar no mesmo horário e no mesmo local, porque sente saudades! 


(( Rosi Rosa ))

De mãos atadas




Hoje eu passei o dia deitada querendo esquecer, querendo te esquecer!
Mas as lembranças gostam de torturar, de brincar com a minha cabeça,
sinto você em tudo, vejo você em todos!
Cansei de tentar entender os motivos que o fizeram machucar meu coração, cansei de me dar motivos  para te perdoar, cansei!
Não dá mais para ficar remoendo sentimentos, tentando entender suas mentiras, se foram mentiras, foram mentiras, oras!
Eu só queria entender porque tanto trabalho em me fazer voltar... e nenhum trabalho para me magoar...  e tão rápido!
De mãos atadas é como me sinto, querendo gritar e não podendo
querendo demonstrar todo meu sentimento e tendo medo de sua reação,
está desesperador olhar as horas brincando comigo, gargalhando de minha ansiedade, tudo é você, as palavras brincam dentro de minha mente e sempre acabam formando seu nome, como isso é possível? 
Você deve estar até nos meus glóbulos de sangue!
2 meses e nada de você aparecer, se a intenção é me fazer te esquecer, sinto por você, mas não está conseguindo, a cada dia penso mais em você!


(( Rosi Rosa ))

1 ano




Hoje todas as lembranças vieram a tona, 1 ano se passou, e as  lembranças ainda insistem em me atormentar, o medo de te perder novamente, mesmo sem te ter definitivamente, te sinto tão meu...
Mas você não é capaz de responder um simples sms, porque?
Não posso me doar sem me doer!
Houve um tempo em que minhas asas quebraram, e você não me emprestou as suas , como alçou vôos comigo!
E agora essa distância, dolorosa, e apenas lembranças, porque?
Quero dizer adeus, já não faz sentido toda essa espera, mas eu simplesmente não consigo...
É uma pena eu não ser o seu porto-seguro, sendo que você muitas vezes foi meu abrigo!
É incrível como o tempo passa, mas as dores permanecem, 1 ano já se passou, todos seguiram em frente, só eu estou aqui no mesmo lugar, parada, esperando você voltar para novamente ser o meu porto-seguro!

(( Rosi Rosa ))

2 meses


Hoje eu acordei meio triste, as recordações rondando a minha cabeça, 
as lembranças brincando com o meu coração... e me senti frágil, chorosa!
Eu queria me desprender de você, jogar em uma lata de lixo qualquer todos os seus presentes, seus cartões, até você se fosse possível, mas não consigo me desfazer de nada disso, não consigo e nem quero te esquecer!
2 Meses
Sinto a dimensão da saudade que sufoca, sinto meu coração sendo esmagado por algo invisível, forte, cruel... saudades de você, meu carrasco e meu amor!
Há muito eu deixei de sorrir, trago nos lábios um sorriso moldado pela tristeza, aparência, somente!
Com um sorriso ninguém percebe o quanto sofre meu coração, cheio de solidão e saudades!

(( Rosi Rosa ))

Ei


Ei, psiu… Estou falando com você mesmo. Tá difícil não tá? Você só quer ficar no seu quarto, embaixo das cobertas, no escuro e desejando dormir sem sonhar. Nada chama a sua atenção e você anda chorando muito, e ás vezes nem sabe bem o por quê. E esse vazio? Nem se fala, né? Você vive se perguntando se essa maré de azar vai passar, se seu coração vai bater sem doer, se você vai voltar a sair de casa, se os outros vão pagar pelo mal que te causaram… Você quer respostas, pois cansou das perguntas. Quer ser feliz, pois cansou de esperar pela tal de felicidade. Quer voltar a ser animada, pois cansou de esperar deitada. Quer sua vida de volta, pois cansou de ficar na escuridão. Sabe porque eu sei que você está assim? Porque eu também estou.


(Bruna♥Nogueira)

Despertar



Você me esqueceu? Toda vez que lembro, é o que penso, você realmente me esqueceu?
Calei minhas palavras, me privei de me dizer tantas vezes o que me fazias sentir, me silenciei na expectativa que meu silêncio trouxesse o esquecimento, e adormecesse para enquanto fosse necessário o sussurro de um amor perdido entre os dedos da imaturidade. Silêncio não foi mais que uma ilusão, uma anestesia na intensidade de uma mentira, você sempre esteve aqui.
Cada lágrima que fiz secar, sem deixar cair, a cada passo para não despencar, a cada respiração profunda para não me cansar de sentir o sangue, o pulsar, em cada instante nesse silêncio, você estava em mim.
Desperto as minhas palavras, desperto o sabor do doce amargo, desperto do que me mantém vivo, entorpecido. Você não me esqueceu, você me condenou a ser o amor proibido, ao prazer de me prender aos sentimentos teu.
O amor que nunca tive, será eternamente meu.

( Desconheço a autoria )

Mercê


    Ou me quer e vem, ou não me quer e não vem. Mas que me diga logo pra que eu possa desocupar o coração. Avisei que não dou mais nenhum sinal de vida. E não darei. Não é mais possível. Não vou me alimentar de ilusões. Prefiro reconhecer com o máximo de tranqüilidade possível que estou só do que ficar a mercê de visitas adiadas, encontros transferidos.

     

   Caio Fernando Abreu

Desisto

Desisto de tentar te entender, tentar entender o porque fico totalmente sem reações em tua presença.. perco totalmente o controle e não meço esforços para te ver sorrir. Mas você nem se importa, ou não percebe.. Mas duvido que não perceba o meu sorriso escancarado ao te ver, apenas ao te ver. Desisti de decifrar seus dilemas e seus segredos. Mas quem sabe algum dia, eu até consiga interpretar as entrelinhas que estão subentendidas nas regras do seu jogo e então, finalmente, eu consiga o meu prêmio final: você.


( Desconheço a autoria )

Esperava...


Você não é tolo e sabe muito bem disso. Você me impunha um silêncio devastador. Sumia, não dava notícias, fazia de propósito, queria me ver chegar perto da morte, paralisada, sem forças.
    Eu esperava o telefone tocar, ele não tocava. (...) Esperava o apito do meu computador avisando a chegada de um novo e-mail, ele não apitava. Esperava uma carta, um sinal de fumaça, uma mensagem no celular, esperava que você aparecesse e trouxesse consigo alguma palavra. Esperava e esperava e esperava. 
 E você não vinha. Você me deixava a sós com esse silêncio que dói mais do que um grito arranhado, do que um corte profundo na carne, que dói mais do que a palavra dor.


( Desconheço a autoria )

4 da manhã



    4:30 da manhã. Ela acorda assustada com o toque do celular, meio perdida entre sonho e realidade. Dopada de sono, atende o telefone depois de alguns segundos olhando a tela.


    - Alô?


    - Me perdoa?


    - Pelo quê exatamente?


    - Por te machucar .


    - Você ja pediu perdão.


    - Mas você não perdoou. Sei disso. Conheço seu tom de voz. E preciso olhar nos teus olhos pra acreditar.


    - Meus olhos estão cansados de olhar pra você. E o meu coração de acreditar.


    (Foram envolvidos por uma mudez momentânea)


    - Eu te amo. Volta pra mim? Eu faço o que você quiser. É só pedir.


    - Não.


    - Você me ama?


    (Pausa longa na conversa)


    - Olha, eu vou desligar. São 4 da manhã e…


    - Você me ama?


    - Boa noite, Tomas.


    E desligou o telefone, sem hesitar. Apertou os olhos marejados, com força, como se pudesse conter de sí a dor estraçalhadora que sentiu naquele momento. Lembrou-se das incontáveis vezes em que Tom havia pedido uma ”ultima chance”. E em todas as vezes, ela concedeu. Mas não dessa vez. Seria forte o bastante para dizer não. Mesmo que isso significasse perder pra sempre seu coração. O que não faria muita diferença, considerando o estado atual do coitadinho. Abraçou com força o travesseiro. E nao dormiu naquele noite.


( Desconheço a autoria )